Cree en grande.
CONMEBOL

Peñarol e Paranaense na briga pela classificação

Peñarol e Paranaense na briga pela classificação

O Athletico Paranaense terá como objetivo chegar à final da CONMEBOL Sudamericana na quinta-feira e, no processo, afundar as esperanças do Peñarol de regressar à elite do futebol internacional.

O 'Furacão', campeão da CONMEBOL Sudamericana de 2018, terá de gerir a vantagem de 2-1 que ganhou em Montevidéu quando receber os uruguaios na Arena Athletico Paranaense, na segunda parte do seu confronto das semifinais às 21:30 horas locais (00:30 GMT sexta-feira) na cidade de Curitiba, no sul do Brasil.

A tarefa, no entanto, não é uma tarefa fácil. Penarol, cinco vezes campeão da CONMEBOL Libertadores, procurará voltar aos seus caminhos históricos de vitória com jovens promissores como Agustin Alvarez e Facundo Torres.

O vencedor da série irá encontrar-se com Bragantino (BRA) no dia 20 de novembro na Final Única no estádio do Centenário em Montevidéu.

 

- Dados -

 

Estádio:  Arena da Baixada

Hora: 21:30 locais (00:30 GMT)

Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)

VAR: Mauro Vigliano

- Antecedentes -

  • Será a terceira vez que o Athletico Paranaense recebe o Peñarol em competições CONMEBOL (2V). Em ambos os jogos, não sofreram gols do Manya: 2-0 na CONMEBOL Sudamericana 2018, e 1-0 na CONMEBOL Libertadores 2020.
  • Peñarol ganhou em duas das suas últimas quatro visitas ao Brasil em torneios CONMEBOL (2V 2D). Se vencer o Athletico Paranaense será a primeira vez na sua história que terão sucessos consecutivos no Brasil.
  • Peñarol disputou seis séries a eliminação direta por competições CONMEBOL nas quais perdeu o primeiro jogo em casa por uma margem de um gol. Apenas uma vez conseguiu inverter o resultado: na Supercopa CONMEBOL de 1990, quando eliminou o Boca nas quartas de final (1-0 na ida, 2-0 na volta).
  • O defesa do Athletico Paranaense, Pedro Henrique, é o jogador com a maior porcentagem de vitórias na história da CONMEBOL Sudamericana entre os jogadores que disputaram 10 ou mais jogos na competição: terminou com os três pontos em 11 das suas 13 aparições, com uma eficácia de 84,6%. Se voltar a ganhar, atingirá 85,7%.
  • O atacante do Peñarol Agustín Álvarez Martínez está a um gol de igualar o recorde de Eduardo Vargas para o maior número de gols numa única edição da CONMEBOL Sudamericana: tem 10 em 13 jogos, enquanto o chileno, na edição de 2011, marcou 11 em 12 para o Universidad de Chile.
  • O Athletico Paranaense nunca perdeu em casa pela CONMEBOL Sudamericana para equipes não brasileiras ou mexicanas. Jogaram doze partidas contra adversários de outros países da CONMEBOL e nunca perdeu (10V 2E). São atualmente sete jogos invictos em casa (6V 1E), sua melhor racha invicta em casa em sua história na competição.

 

 

 

 

AFP 7 OPTA